67 países com fronteiras abertas para brasileiros! E contando…

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4.53/5 - 15 avaliações)
carregandoLoading...
25 países com fronteiras abertas para brasileiros - desktop

11 min de leitura

Por: Confidence Câmbio • 4 Aug 21

Estamos cada dia mais próximos da notícia mais aguardada por nós, brasileiros, que amam viajar! Sim, é isso mesmo que você está pensando. Alguns países da Europa já reabriram suas fronteiras para passageiros brasileiros vacinados, com as duas doses ou apenas a primeira delas.

Veja abaixo, a lista de países que aceitam apenas brasileiros totalmente vacinados:

– Alemanha: desde o dia 22 de agosto de 2021, estão autorizados a entrar no país, os brasileiros vacinados com imunizantes aprovados pela agência reguladora alemã para medicamentos (Paul-Ehrlich-Instituts, PEI), são elas: Janssen, Moderna, Pfizer e AstraZeneca (incluindo Covishield). Fique de olho, pois, no fim de setembro, a CoronaVac foi retirada da lista de vacinas aprovadas pelo governo alemão, ok? Depois de 14 dias de receber a segunda dose, o viajante poderá preencher o registro digital de entrada. Veja mais informações no site do Ministério da Saúde alemão.
– Anguilla: apesar de estar localizada no Caribe, a Ilha de Anguilla é território britânico, e estão autorizados a desembarcar no local apenas brasileiros totalmente vacinados com imunizantes da AstraZeneca, Pfizer, Janssen e Moderna. Para mais informações, basta acessar a página própria da região.
– Argentina: depois de muita expectativa, a Argentina liberou a entrada de brasileiros totalmente imunizados a partir desta sexta-feira, 1º de outubro, desde que apresente a carteira de vacinação completa e o teste negativo para Covid-19, realizado com 72 horas de antecedência. Para mais informações, basta acessar o site do governo argentino.
– Bélgica: desde o dia 1º de setembro, turistas brasileiros estão liberados para viajar pelo país. No entanto, são válidos apenas nos imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA). Para mais informações, acesse o site oficial da Bélgica sobre a Covid-19.
– Bielorrússia: mesmo apresentando um teste PCR negativo para o vírus, o viajante que quiser passear pelo país deverá cumprir quarentena de 10 dias.
– Canadá: o feriado de 7 de setembro marcou a abertura das fronteiras do Canadá para viajantes brasileiros que apresentarem o certificado de vacinação total (AtraZeneca, Janssen, Pfizer ou Moderna), teste negativo PCR ou molecular (com 72 horas antes do embarque), visto para o país e aprovação das respostas ao questionário do app ArriveCan. Confira os detalhes no próprio site do governo canadense.
– Catar: para entrar no país, é necessário estar imunizado com uma das quatro vacinas a seguir: Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen. Para mais informações, acesse o site do governo do Catar. Se você tomou uma desses imunizantes, você já pode começar a se planejar para acompanhar pessoalmente a Copa do Mundo de 2022.
– Chile: para entrar no país, é preciso apresentar o comprovante de vacinação completo e o teste negativo para Covid-19, realizado com menos de 72 horas antes da viagem. Para mais informações, acesse o site do governo do Chile.
– Coreia do Sul: brasileiros que estiverem totalmente vacinados há, no mínimo, 14 dias, estão aptos a entrar no país. O governo sul coreano reconhece todos os imunizantes aprovados pela OMS, ou seja, CoronaVac é aceita. No entanto, você deverá apresentar um certificado internacional de vacinação, ok?
– Eslováquia: no site do governo local é possível encontrar mais informações sobre as regras específicas do país.
– Espanha: desde o dia 24 de agosto, a Espanha está na lista de países que aceitam brasileiros totalmente vacinados com qualquer imunizante aprovado pela União Europeia ou pela OMS, ou seja, CoronaVac está liberada!

– Estados Unidos: desde o dia 8 de novembro, a entrada de viajantes no país está permitida. Há obrigatoriedade de apresentação de teste com resultado negativo de Covid-19, e as pessoas deverão estar imunizadas. São aceitas seis vacinas aprovadas pela OMS (e não apenas aquelas aprovadas pelas agências americanas), são elas: CoronaVac, Pfizer/BioNTech, AstraZeneca, Janssen, Moderna e Sinopharm. Saiba mais no site da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.
– Finlândia:
desde o dia 26 de julho, turistas de todas as nacionalidades estão autorizados a entrarem no país, desde que estejam 100% imunizados com uma dessas vacinas: Pfizer/BioNTech, Moderna, AstraZeneca, Janssen, Sinopharm, Covishield e CoronaVac/Sinovac. Confira todos os detalhes no site da Embaixada da Finlândia no Brasil.
– França: está apto a entrar no país, apenas pessoas totalmente imunizadas com as vacinas reconhecidas pela Agência Europeia de Medicamentos: Pfizer/BioNTech, Moderna, AstraZeneca ou Janssen. Saiba mais no site da Embaixada da França no Brasil.
– Holanda: o país está com medidas bastante restritivas para passageiros que embarcarem de localidades consideradas de risco, como o Brasil. No entanto, são aceitas todas as vacinas aplicadas por aqui. Por isso, é importante estar atento às regras disponíveis no site do governo holandês.

-Índia: desde o dia 15 de novembro, o país voltou a receber turistas brasileiros. Serão aceitos os viajantes completamente vacinados e com resultado negativo de exame PCR realizado em até 72 horas antes do voo. Confira aqui o site da embaixada da Índia no Brasil.
– Islândia: diferente da França, a Islândia aceita imunizados com as vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos e CoronaVac. Se mantenha atualizado sobre o ingresso ao país por meio do site do governo local (em inglês).
– Suíça: se você está totalmente imunizado e tem planos de ir a Suíça, já pode fazer as malas! O país aceita todos os imunizantes aprovados pela OMS: Pfizer/ BioNTech, Moderna, Janssen, AstraZeneca, Sinovac, Sinopharm e do Instituto Serum, da Índia. Mas, fique atento às regras locais por meio do site da Embaixada da Suíça no Brasil.
– Tchequia (República Tcheca): estão com as fronteiras abertas sem a necessidade de quarentena para brasileiros totalmente vacinados com qualquer um dos quatro imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicina (EMA, em inglês): AstraZeneca, Pfizer, Moderna ou Janssen. O site da Embaixada da República Tcheca em Brasília tem mais informações sobre os protocolos oficiais para entrada no país.
– Uruguai: já é possível a entrada de brasileiros no Uruguai, ufa! No entanto, fique atento às regras específicas do país, pois eles estão com restrições mais intensas que as aplicadas em outras localidades, como Argentina. Inclusive, se você quiser receber uma dose de reforço da Pfizer, o governo local informou que aplicará. Para informações completas sobre o ingresso ao Uruguai, clique aqui.

Países com fronteiras abertas para pessoas totalmente vacinadas ou não:

– África do Sul: as fronteiras sul-africanas estão abertas desde novembro do ano passado. No site da Embaixada do Brasil em Pretória, você encontrará mais informações e recomendações específicas para viagens à região.
– Albânia: de acordo com o Itamaraty, o país impõe restrição alguma, nem mesmo a apresentação de um teste PCR negativo ou cumprimento de quarentena. Você precisa apenas respeitar os regimes de vistos e critérios de entrada e saída do país. Fique atento às informações mais recentes aqui.
– Andorra: pequeno país europeu está com as fronteiras abertas para receber visitantes brasileiros.
– Armênia: é possível entrar no país com o certificado de vacinação completa ou então apresentando um teste RT-PCR negativo feito até 72 horas antes da sua chegada. Porém, se você não tiver nada disso, poderá fazer um exame PCR na chegada e cumprir quarentena, às próprias custas, até que o resultado fique pronto.
– Aruba: ao apresentar um teste PCR negativo, realizado até 72 horas antes do embarque ao destino, você já está apto a entrar na ilha caribenha! Para mais informações, acesse o site local oficial.
– Bahamas: viajantes que apresentarem o comprovante de vacinação podem entrar no país sem nem mesmo precisar realizar um teste PCR.
– Barbados: outro destino no Caribe, Barbados exige a apresentação de um teste negativo para coronavírus e que você preencha um formulário disponível no site oficial do governo local.
– Belize: o menor país da América Central não exige quarentena dos visitantes totalmente imunizados. No entanto, quem ainda não tomou as duas doses da vacina deve apresentar um teste PCR negativo realizado quatro dias (96 horas) antes da viagem ou o teste rápido de antígenos, com 48 horas de antecedência ao embarque.
– Bermudas: o viajante deverá apresentar um teste PCR negativo, realizado até 72 horas antes do embarque. Além disso, é obrigatório o preenchimento de um formulário de autorização de entrada à ilha e pagamento de taxa. Fora isso, durante o período que você ficar por lá, deverá reportar a sua temperatura online duas vezes ao dia.
– Bolívia: apesar de a entrada terrestre permanecer fechada, os voos estão autorizados. Sendo assim, se você chegar ao país pelo meio aéreo, deverá apresentar um teste PCR negativo para o vírus e preencher um formulário online. Para mais informações, clique aqui.
– Bósnia: país exige apresentação de teste PCR negativo para coronavírus realizado, no máximo, com 48 horas antes da chegada ao destino.
– China: de acordo o site do governo brasileiro, a China não adotou medidas restritivas para voos procedentes do Brasil.
– Colômbia: desde o dia 11 de maio, brasileiros estão autorizados a entrar no país. No site do governo da Colômbia, você poderá tirar suas dúvidas específicas do destino.
– Costa Rica: para entrar no país, é necessário apenas ter um seguro viagem.
– Croácia: o viajante brasileiro está autorizado a entrar no país, desde que apresente um teste PCR negativo feito, no máximo, 48 horas antes da chegada à região. Além disso, você também está sujeito a encarar uma quarentena de até 14 dias, podendo diminuir para sete. Acompanhe as informações no site oficial do governo local, em inglês.

-Cuba: desde o dia 15 de novembro, o país voltou a receber turistas estrangeiros após longo período de restrições por conta da pandemia. Não são impostas limitações e o país comunicou que buscará controlar a situação monitorando pacientes sintomáticos e realizando a medição de temperatura.
– Curaçao: prepare seu nariz, pois é possível entrar em Curaçao sem estar imunizado, no entanto é preciso apresentar um teste PCR negativo ao chegar e refazer o exame três dias depois em um laboratório local.
– Egito: se você está totalmente imunizado com uma das vacinas aprovadas pela OMS, é possível conhecer as pirâmides do Egito ou passear pelo Rio Nilo sem nem precisar fazer quarentena. No entanto, se ainda não estiver totalmente vacinado, é possível entrar no país depois de apresentar um teste negativo para Covid-19.
– Emirados Árabes Unidos:
diversos brasileiros já fizeram quarentena em Dubai, por exemplo, destino que está aberto a todos viajantes. Mantenha-se informado sobre as restrições dos EAU no site do governo local.
– Equador:
ao apresentar um teste PCR negativo, é possível entrar no Equador. Para mais informações, entre no Portal Consular, do Ministério das Relações Exteriores
– Etiópia: apesar de o país estar vivendo uma guerra civil, a Etiópia está aberta para visitantes brasileiros.
– Geórgia: localizado na encruzilhada entre a Ásia e a Europa, o país não tem restrições para quem já está totalmente vacinado contra a Covid-19. No entanto, aqueles que ainda não estiverem 100% imunizados podem entrar na Geórgia mediante apresentação de teste PCR negativo, realizado até 72 horas antes do embarque. No site do governo local, é possível encontrar mais informações (em inglês).
– Irlanda:
assim como a Finlândia, a Irlanda aceita apenas pessoas imunizadas com uma das vacinas reconhecidas pela Agência Europeia de Medicamentos. Vacinado ou não, o passageiro deverá cumprir um período de quarentena, com reserva e pagamento antecipados em um dos hotéis aprovados pelo governo local. Confira todos os detalhes no site do governo irlandês.
– Jordânia: é possível entrar no país apresentando um teste negativo para a Covid-19, realizado até 72 horas antes da chegada ao destino.
– Líbano: assim como na Jordânia, é possível entrar no Líbano apresentando um teste negativo para a Covid-19, realizado até 72 horas antes da chegada no país.
– Liechtenstein: país com nome difícil está aberto para a entrada de turistas brasileiros.
– Macedônia do Norte: mesmo os brasileiros que ainda não estão com a vacinação completa podem entrar no país, basta apresentar teste PCR negativo e realizar quarentena. Se você já está totalmente imunizado, não há necessidade de reclusão. Para mais informações, veja o site do governo local.
– Maldivas: para entrar na ilha, é preciso apresentar um teste PCR negativo, realizado até 96 horas antes do embarque ao destino, preenchimento de formulário de saúde, apresentação de reserva antecipada da sua hospedagem, instalação de aplicativo próprio, seguro viagem com cobertura para casos de Covid-19 e certificado da vacina contra febre amarela. Para mais informações, clique aqui.
– Marrocos: as fronteiras do Marrocos estão abertas para brasileiros totalmente vacinados desde o início de julho, mas também é possível entrar no país apresentando apenas um teste negativo para a Covid-19, feito até 72 horas antes de chegar por lá. Veja as informações sobre suas regras específicas por meio do site visitmorocco.com
– México: tudo bem, sabemos que não é novidade que o México autoriza a entrada de brasileiros – vacinados ou não -, mas incluímos o país para que a lista fique o mais completa possível. Se surgir qualquer dúvida, você pode procurar por mais informações no site do governo mexicano.
– Moldávia: apesar de seu país vizinho, Romênia, estar em uma fase difícil da pandemia, a Moldávia está com as fronteiras abertas para brasileiros.
– Namíbia: apesar das diversas exigências, a Namíbia está aberta aos visitantes brasileiros. Para mais informações, acesse o site da Embaixada da Namíbia no Brasil.
– Panamá: todos os brasileiros com um teste PCR negativo estão autorizado a entrar no país.
– Paraguai: as fronteiras do país estão abertas para brasileiros desde o início de julho de 2021. Veja as regras específicas para a entrada no Paraguai no site do governo local.
– Peru: é possível entrar no país estando 100% vacinado ou ao apresentar um teste negativo para Covid-19 realizado até 72 horas antes da viagem. No próprio site do governo peruano é possível encontrar informações detalhadas (em espanhol).
– Polônia: as pessoas totalmente imunizadas e que apresentarem o comprovante de vacinação completa (em polaco ou inglês) podem entrar no país sem a necessidade de realizar quarentena. Caso você se enquadre no perfil de quem ainda não completou a imunização, é possível entrar na Polônia apresentando um teste PCR negativo realizado, no máximo, dois dias antes de cruzar a fronteira (fique atento, heim!). Para mais informações, clique aqui.
– Portugal: setembro chegou com a liberação da entrada de turistas brasileiros em Portugal, apenas com a apresentação de um teste PCR negativo. Veja mais informações no site da Embaixada de Portugal no Brasil.
– Quênia: país africano está aberto para visitantes brasileiros.
– Reino Unido: desde 11/10, os brasileiros totalmente imunizados – Astra Zeneca, Moderna e Pfizer (a pelo menos 14 dias), além da dose única da Janssen – podem entrar no Reino Unido sem necessidade de fazer quarentena, que ainda permanece obrigatório para aqueles viajantes que não estejam com a vacinação completa ou que tenham recebido CoronaVac, mas agora sem ser em hotéis sinalizados pelo governo. No entanto, mesmo os visitantes com vacinação completa devem apresentar um teste negativo para a Covid-19. Para mais informações, basta acessar o site do governo britânico.
– República Dominicana: os turistas que estiverem vacinados há, pelo menos, 21 dias não precisam apresentar teste negativo para Covid-19, nem mesmo seguro viagem. Para mais detalhes, o governo criou uma página específica com informações sobre o ingresso no país.
– Sérvia: país com um dos maiores índices de vacinação contra a Covid-19 na Europa, a Sérvia está aberta para turistas totalmente imunizados, que apresentarem teste PCR negativo para o vírus. Já aqueles que ainda não estão com a vacinação completa, é obrigatória a realização da quarentena.
– Seychelles: mesmo quem ainda não está com a imunização completa consegue entrar no país europeu apresentando um teste PCR negativo, realizado com até 72 horas antes da viagem.
– Tanzânia: os viajantes brasileiros que apresentarem um teste PCR negativo, realizado com até 96 horas de antecedência ao embarque, estão aptos a entrarem no país. Para mais informações, acesse o site do governo local.
– Tunísia: depois de declarar estado de emergência, a Tunísia voltou a abrir suas fronteiras a visitantes estrangeiros. Mas fique atento às restrições, ok?
– Turquia: qualquer viajante que tenha estado no Brasil nos últimos 14 dias, podem entrar na Turquia desde que apresente um teste PCR negativo (feito no máximo 72 horas antes de entrar no país), além de estar sujeito à realização de quarentena de 14 dias em dormitórios ou hotéis específicos. Informações completas e atualizadas podem ser encontradas no site da embaixada turca no Brasil.
– Ucrânia: se você não está totalmente imunizado ainda (com qualquer uma das vacinas aprovadas pela OMS), não se preocupe! Você terá, como já é de costume, apresentar um teste PCR negativo realizado em até 72 horas antes da chegada ao país e apresentar um seguro viagem internacional. No entanto, se você for para a Ucrânia, não custa nada se manter informado por meio do site oficial do governo, não é mesmo?
– Zâmbia: para entrar no país, é necessário apresentar um teste PCR negativo para o coronavírus, estando vacinado ou não. A diferença é que se você estiver totalmente imunizado, dispensa a necessidade de realizar quarentena. Para mais informações, acesse o site do governo local.
– Zimbábue: país sul africano está aberto para turistas brasileiros.

Países que aceitam brasileiros, mas com exceções específicas:

– Itália: apenas três grupos restritos de brasileiros estão autorizados a entrar no país e, em sua maioria, por ter residência na Itália. Entenda os detalhes no site da Embaixada italiana no Brasil.

Estamos de olho…


– Uruguai: informações oficiais dizem que todas as barreiras para entrada no país serão suspensas a partir de 1º de novembro, inclusive para brasileiros.

No entanto, é importante estar atento, ok? Cada país conta com regras específicas, principalmente no que diz respeito às restrições para viajantes que partiram ou estiveram em localidades de alto risco, como o Brasil. Isso inclui, inclusive, possíveis escalas que o seu voo pode fazer.

Lembre-se de que na Travelex Confidence, você encontra o maior portfólio de câmbio do mercado. Além disso, nosso time de especialistas está pronto para oferecer uma consultoria personalizada a você e suas necessidades.

Importante: o texto é resultado da pesquisa feita pelo time de conteúdo da Travelex Confidence. Ressaltamos a importância em realizar outras pesquisas relacionadas ao destino escolhido para a sua viagem. As restrições acontecem a todo momento, fique atento!

*Consulte a validade da promoção em sua região.

Fontes: Globo.com, Poder 360, Glamour.com, Veja.com e sites das Embaixadas e dos governos

Compartilhe esse post.

Fique por dentro

Preencha seus dados e receba as novidades da Confidence Câmbio

    Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

    Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

    Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

    Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

    Aplicativo Confidence Câmbio

    Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
    Disponível nas lojas App Store e Google Play Store

    Aplicativo Confidence Câmbio

    Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
    | MAPA DO SITE | confidence cambio © - todos os direitos reservados - CNPJ: 04.913.129/0001-41 - CONFIDENCE CORRETORA DE CAMBIO S/A - Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 105, 5º andar, Edifício Berrini One CEP: 04571-010 • São Paulo • SP • Brasil