Cenário externo desfavorável

1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5.00/5 - 1 avaliações)
carregandoLoading...
resumo de mercado

4 min de leitura

Por: Confidence Câmbio • 25 Sep

Pessimismo no exterior deve influenciar negócios locais

4 min de leituraresumo de mercado

BRASIL
08:00 – FGV: INCC-M – Set
– FGV: Sondagem da Construção – Set
09:00 – IBGE: IPP – Indústrias de Transformação – Ago
09:30 – BC faz leilão de venda à vista de até US$ 580 milhões
09:30 – BC faz leilão de US$ 580 milhões de swap cambial reverso
10:30 – BC: Nota de política monetária e operações de crédito – Ago
14:30 – Comissão Especial da Câmara que analisa a PEC da reforma tributária faz audiência pública para discussão da proposta
09:30 – Economia: Caged – Ago

E.U.A
09:00 – Presidente do Fed Chicago, Charles Evans (vota) fala em café da manhã do Lake Bluff Rotary Club
11:00 – Deptº do Comércio: vendas de moradias novas – Ago
11:30 – 
DoE: Estoques de petróleo bruto – semana até 21/09
14:00 – Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) divulga relatório anual Comércio e Desenvolvimento
– Assembleia Geral da ONU continua, com discursos de líderes mundiais

EURO
07:30 –Parlamento britânico retoma trabalhos em primeira sessão após Suprema Corte julgar que a suspensão da Casa era ‘nula’ e ‘ilegal’

BRASIL
Pessimismo no exterior deve influenciar negócios locais
Por  Pedro Molizani – Trader Mesa de Câmbio Travelex Bank
A quarta-feira começa com tom pessimista no exterior refletindo preocupações com a relação comercial entre Estados Unidos e China, com o pedido de impeachment do presidente dos EUA, Donald Trump, e com o Brexit, o processo de saída do Reino Unido da União Europeia. Hoje, o Parlamento britânico retoma seus trabalhos um dia após a Suprema Corte do país julgar ilegal a sua suspensão, articulada pelo primeiro-ministro, Boris Johnson. Nos EUA, a Câmara dos Deputados abriu ontem inquérito para possível impeachment de Trump, suspeito de usar o cargo para perseguir Joe Biden, seu adversário político. Sobre EUA-China, o ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, alertou hoje que a separação das duas economias é uma rota que levaria a “problemas infinitos” para ambos os países. O ministro criticou a visão de que a China seria um adversário dos EUA, e afirmou que os americanos deveriam “evitar comprar uma briga com o país errado”. Em discurso ontem na Assembleia Geral da ONU, Trump voltou a acusar a China de manipular o câmbio e disse que não aceitará um acordo comercial “ruim” com o país asiático. O movimento de queda é mais acentuado nas bolsas europeias, com perdas de mais de 1% nesta manhã. O dólar opera em leve alta ante as principais rivais, divisas de países emergentes e exportadores de commodities e o Dollar Index (DXY) também avança. O petróleo, por sua vez, recuava mais de 1,5% há pouco. No Brasil, as atenções recaem hoje sobre o ministro da Economia, que participa de audiência pública na comissão mista do Orçamento para falar sobre o projeto de lei que institui o Plano Plurianual da União para o período de 2020 a 2023 e o projeto de lei que dispõe sobre a lei orçamentária de 2020. No radar também ficam os 18 vetos de Bolsonaro à lei de abuso de autoridade derrubados pelo Congresso. Outros 15 vetos foram mantidos. O presidente chega hoje ao Brasil após sua participação na Assembleia Geral da ONU, marcada por um discurso distante do tom conciliador que havia prometido. Segundo checagens feitas pelo Estadão Verifica, a fala de Bolsonaro também incorreu em exageros e alegações falsas. O ex-ministro e diplomata Rubens Ricupero acredita que o discurso de Bolsonaro na ONU pode ter reflexos negativos em acordos comerciais e na relação com investidores estrangeiros.

MUNDO
Cenário externo desfavorável
Por Pedro Molizani – Trader Mesa de Câmbio Travelex Bank
As bolsas europeias e os índices futuros das bolsas de Nova York operam em baixa nesta manhã, pressionados por tensões comerciais e políticas. Em discurso ontem na Assembleia Geral da ONU, o presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a classificar a China como manipulador cambial e disse que não aceitará um acordo comercial “ruim” com o país asiático. Já a Câmara dos Deputados americana abriu inquérito ontem para possível impeachment de Trump, suspeito de usar o cargo para perseguir Joe Biden, seu adversário político. Às 7h20, a Bolsa de Londres recuava 0,89%, a de Frankfurt cedia 1,26% e a de Paris caía 1,43%. No mercado futuro em Nova York, Dow Jones perdia 0,14%, S&P 500 declinava 0,19% e Nasdaq cedia 0,35%. O euro caía a US$ 1,0995, ante US$ 1,1022 no fim da tarde de ontem. A libra recuava a US$ 1,2431, ante US$ 1,2496 no fim da tarde de ontem. Já o índice DXY subia 0,25%, para 98,582 pontos. As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta quarta-feira, influenciadas por tensões comerciais e políticas. Em discurso ontem na Assembleia Geral da ONU, o presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a acusar a China de manipular o câmbio e disse que não aceitará um acordo comercial “ruim” com o país asiático. Em resposta aos comentários de Trump, o ministro de Relações Exteriores chinês, Wang Yi, alertou que a separação das economias da China e dos EUA é uma rota que levaria a “problemas infinitos” para ambos os países. O Xangai Composto recuou 1%, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 1,61%. Em Hong Kong, o Hang Seng teve queda de 1,28%. Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei se desvalorizou 0,36% em Tóquio, enquanto o sul-coreano Kospi caiu 1,32% em Seul. Na Oceania, o S&P/ASX 200 caiu 0,57% em Sydney, a 6.710,20 pontos.

Fonte: Broadcast

Compartilhe esse post.

Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

Fique por dentro

Preencha seus dados e receba as novidades da Confidence Câmbio

Aplicativo Confidence Câmbio

Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
Disponível nas lojas App Store e Google Play Store

Aplicativo Confidence Câmbio

Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
| MAPA DO SITE | confidence cambio © - todos os direitos reservados - CNPJ: 04.913.129/0001-41 - CONFIDENCE CORRETORA DE CAMBIO S/A - Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 105, 5º andar, Edifício Berrini One CEP: 04571-010 • São Paulo • SP • Brasil