Oktoberfest 2017, a Alemanha te espera!

Uma nova cultura, muita festa e diversão. Descubra a maior festa da cerveja do mundo.

09 ago 2017 1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Carregando...

Se você já teve a oportunidade de visitar a Oktoberfest brasileira, realizada na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, já conheceu uma das festas populares mais emblemáticas do sul do Brasil. Porém, a atração catarinense, que hoje é a segunda maior do mundo no gênero, é inspirada em uma festa cuja tradição já existe há mais de 200 anos.

A festa original acontece na cidade de Munique, na Alemanha, e foi criada no ano de 1810 como uma forma de celebrar o casamento do rei Ludwig I. Segundo as estatísticas mais recentes, estima-se que mais de 6 milhões de pessoas passem todos os anos pelas duas semanas de festividades que acontecem por lá.

A edição de 2017 acontece entre os dias 16 de setembro e 03 de outubro. Se você pensa em conhecer essa festa, separamos aqui algumas dicas para que você possa aproveitar cada detalhe!

Como chegar em Munique?

Não há voos diretos do Brasil para Munique, mas há muitas opções para você chegar até a cidade. Você pode optar por ir direto para qualquer grande cidade europeia, como Paris, Amsterdam, Roma ou Frankfurt e de lá pegar um voo de conexão para Munique. Outra opção é pegar um voo até Frankfurt e, a partir de lá, pegar um trem para Munique – a viagem leva cerca de 3h30.

A KLM realiza o voo de Frankfurt para Munique, mas você pode pesquisar mais em sites como o Kaiak, Momondo e SkyScanner. Eles vão te ajudar a equiparar os valores mais acessíveis.

 

Hospedagem durante a festa

Munique tem, em média, 1,3 milhão de habitantes. Contudo, na época da festa, a cidade recebe 6 milhões de pessoas de todo o mundo. Então o nosso conselho é: garanta a sua hospedagem o quanto antes. Busque hotéis, hostels ou albergues, Munique oferece todas essas opções e você poderá escolher conforme seu bolso e estilo de viagem.

Feito isso, veja se o local escolhido aceita remessa ou pagamentos internacionais para garantir a reserva, assim você evita usar o cartão de crédito e ficar exposto a alta do dólar.

O preço médio de uma diária em quarto simples parte de R$ 200, mas nessa época do ano prepare-se para encontrar preços inflacionados. A região que reúne o maior número de hotéis, pousadas e hostels da cidade é o bairro de Alstadt. Se não for possível ficar por lá, não se preocupe: Munique é uma cidade de fácil locomoção, seja a pé ou via transporte público.

Outro local interessante, é nas proximidades da Oktoberfest, se o objetivo principal for curtir a festa mais do que qualquer outra coisa. Para isso, busque lugares próximos ao Theresienwiese. Por fim, se não encontrar nada em Munique, procure uma hospedagem na cidade de Augsburg – que fica a 30 minutos de trem de Munique.

2017_08_08_BLOGIMAGENS_1300x786-02

 

Como funciona a Oktoberfest?

Segundo informações do site oficial da Oktoberfest 2017, um chope – uma caneca com 1 litro de cerveja – vai custar entre 10,60 e 10,95 euros neste ano. O preço varia de acordo com a cerveja.

Para viagens internacionais a gente sempre recomenda que você leve mais de um tipo de meio de pagamento. Com o cartão pré-pago você garante a segurança e deixa a moeda em espécie para pequenos gastos, como as gorjetas aos garçons.

Uma dica é tentar reservar uma mesa na parte interna das tendas da festa, as chamadas Biergarten. São nessas varandas, a céu aberto, que você pode se sentar e pedir comida e cerveja enquanto ouve música ao vivo. Como a festa dura duas semanas, você pode imaginar que os finais de semana são os dias mais cheios. Pode ser uma boa você dar preferência aos dias de semana, que são mais “vazios”.

Pode parecer loucura, mas a festa começa às 8h. Ou seja, você pode acordar cedo para ir para lá tomar a sua cervejinha. Em geral, o período da manhã é bem mais tranquilo. A festa acontece o dia todo, mas diferente dos brasileiros, os alemães encerram tudo mais cedo. Por volta de 22h as coisas já começam a fechar para que à meia-noite a festa chegue ao fim.

 

Munique além da Oktoberfest

A cidade de Munique reserva ainda muitas atrações para os amantes das cervejas. Por lá há pelo menos seis cervejarias bastante conhecidas e que podem ser visitadas. São elas: Augustiner, Hacker Pschorr, Hofbrau, Lowenbrau, Paulaner e Spaten. Sem dúvida, vale muito a pena reservar um espaço na sua agenda para conhecer pelo menos uma delas.

Saindo do circuito da bebida, Munique se mostra uma cidade encantadora, com muitas outras atrações que merecem a sua visita. A Igreja de Nossa Senhora (Frauenkirche) é um dos cartões-postais da cidade. Para quem quer um pouco de contato com a natureza a boa pedida é o Jardim Inglês (Englischer Garten), um dos maiores parques em área urbana do mundo.

Por fim, inclua na sua lista uma visita ao Neuschwanstein, o “castelo dos contos de fada”, obra do rei Ludwig II.

Ele ficou conhecido da história como “o rei louco” e uma das razões é construção desse castelo. Curiosamente, ele mandou fazer essa imensa obra para que pudesse ter um pouco mais de privacidade, longe dos seus súditos. Contudo, Ludwig II morreu logo depois que o castelo ficou pronto e só aproveitou o local durante seis meses.

Todos os anos, cerca de 1,4 milhão de pessoas visitam essa propriedade em Munique. O lugar ganhou o apelido de “castelo dos contos de fada” por ter servido de inspiração para a criação do Castelo da Cinderela, da Disney. Para os amantes do mundo dos games, esse é o mesmo castelo que inspirou também o Castelo do Drácula no jogo Castlevania: Symphony of the Night.

Esperamos ter te mostrado que essa viagem vale a pena. Decidiu curtir a Oktoberfest? Conta pra gente como estão os seus preparativos e quando precisar de moeda, conte com nossos especialistas em câmbio!

Abraços e ótima viagem!

#Alemanha #comprareuro #euro #Oktoberfest #remessasinternacionais
As mais lidas

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios

Categorias

Conecte-se a nós

Tags