Como escolher a melhor instituição de ensino para um intercâmbio

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2.50/5 - 4 avaliações)
carregandoLoading...

3 min de leitura

Por: Confidence Câmbio • 8 Jul 22

Turbinar seu diploma no exterior abre caminho para uma série de experiências que você dificilmente teria estudando apenas no Brasil. Para começar, dá para conhecer o mundo enquanto aprimora estudos e perspectivas de carreira. Em um segundo momento, aumenta a empregabilidade e desenvolve competências linguísticas. Antes de viajar, porém, é preciso levar em consideração uma série de aspectos – de país de destino a moradia, passando por finanças e documentação. É, planejar um intercâmbio não é fácil. Compilamos dicas que certamente irão ajudar você a dar um primeiro passo: como escolher a melhor instituição de ensino

+ Leia também: como planejar seu intercâmbio – gastos, custos e mais

1. Defina qual é o propósito do seu intercâmbio

Os benefícios de estudar no exterior são infinitos, mas é importante considerar suas próprias razões. Então, pergunte-se: de onde surgiu a vontade de fazer intercâmbio? Você quer aprender um  idioma ou desenvolver as habilidades que já adquiriu? Almeja realizar pesquisas em um novo ambiente? Talvez o intuito seja retribuir a comunidade global na forma de serviços voluntários. Ou ganhar experiência em primeira mão trabalhando em um escritório internacional por meio de um estágio. “Tudo é possível, e a preparação é a chave para uma experiência bem-sucedida de estudo”, é a recomendação da University at Buffalo, respeitada instituição no estado de Nova York, nos Estados Unidos. O importante é ter um propósito bem definido que possa guiá-lo nesse comecinho de jornada – porque, como veremos mais adiante, nada impede uma posterior correção na rota.

2. E aí pense no que, de fato, gostaria de estudar

Para que suas expectativas sejam plenamente atendidas, é preciso que a metodologia de ensino converse com o seu momento e vontade de aprender. Identifique o curso de preferência e liste as instituições que o oferecem, procurando compreender os programas disponíveis, módulos e sua duração. A maioria das escolas e universidades têm representação em agências de intercâmbio e vale uma consulta.

3. Escolha a instituição para o intercâmbio também de acordo com o conteúdo do curso

Uma consideração importante: não importa o que você vai estudar, é crucial que você entenda como o curso escolhido será entregue. Então, dê uma olhada na forma como o conteúdo é ministrado (qual o formato das aulas? Há seminários, palestras?), listas de leitura obrigatória e formas de avaliação e composição de notas. Algumas escolas, inclusive, permitem que o aluno personalize o ensino, misturando módulos para ganhar bônus – caso de universidades nos Estados Unidos que disponibilizam matérias complementares de outras disciplinas para compor sua matriz curricular.

4. Fique atento às oportunidades no destino

Para além dos muros da escola ou da universidade, o destino do seu intercâmbio pode favorecer ou não o seu nível de aprendizado, imersão e colocação profissional. Avalie os setores que podem ser explorados em termos de emprego durante ou depois de você concluir o curso. Por exemplo, a Nova Zelândia é ideal para quem busca se destacar na engenharia civil e há demanda por profissionais da área. Já a Irlanda tem um bom mercado para estudantes da indústria farmacêutica e de saúde. O curso,  a instituição de ensino e a cidade escolhidos devem colaborar para ajudá-lo a crescer na carreira. 

5. Considere os custos

O valor do intercâmbio está diretamente relacionado à cidade onde você irá morar e, por isso, é essencial considerar a despesa geral envolvida. Ao calcular seus custos, não se esqueça de considerar as despesas cotidianas, como acomodação, serviços públicos, transporte, além de moeda local e valor do câmbio. Tenha em mente também a duração do curso: os mestrados no Reino Unido e na Irlanda, por exemplo, costumam durar apenas um ano, enquanto em países como Canadá e Austrália podem levar até dois anos. Ah, e verifique se é permitido conciliar estudo e trabalho meio período. Assim, você gerencia melhor suas contas diárias e ganha experiência. 

Dica: estimar o investimento na viagem demanda uma atençãozinha extra. Neste outro post, montamos um checklist com algumas das principais despesas envolvidas neste processo.

Compartilhe esse post.

Fique por dentro

Preencha seus dados e receba as novidades da Confidence Câmbio

    Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

    Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

    Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

    Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

    Aplicativo Confidence Câmbio

    Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
    Disponível nas lojas App Store e Google Play Store

    Aplicativo Confidence Câmbio

    Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
    | MAPA DO SITE | confidence cambio © - todos os direitos reservados - CNPJ: 04.913.129/0001-41 - CONFIDENCE CORRETORA DE CAMBIO S/A - Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 105, 5º andar, Edifício Berrini One CEP: 04571-010 • São Paulo • SP • Brasil