As melhores dicas para escolher o Peru como destino para as próximas férias

Você vai ficar apaixonado pelas paisagens deslumbrantes deste país vizinho ao nosso. O Peru pode ser uma boa escolha para sua viagem internacional

30 ago 2018 1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Carregando...

O Peru foi eleito pelo caderno Viagem do Estadão como um dos melhores destinos turísticos em 2018. Se você nunca visitou este fascinante país, prepare-se para se apaixonar! Se já visitou, pode retornar para explorar ainda mais a cultura, as paisagens exuberantes, a gastronomia e relembrar toda a beleza e grandiosidade de Machu Picchu, símbolo do Império Inca. A moeda do Peru você encontra na Confidence, é claro!

Preparamos algumas dicas que vão despertar seu interesse para escolher o Peru como destino de viagem para as suas próximas férias.

 

Motivos para visitar o Peru

 

Proximidade com o Brasil

O país é nosso vizinho, o que significa poucas horas de viagem. O valor da passagem é relativamente baixo, custando em torno de R$ 1.200, e é possível conhecer suas principais atrações turísticas em apenas 10 dias.

 

Documentação necessária

Para entrar em território peruano, você precisa apenas da carteira de identidade com data de emissão de no máximo dez anos, já que o país é um membro associado do Mercosul. Ou seja, você não precisa se preocupar com visto e passaporte, basta comprar a passagem, reservar os hotéis e embarcar.

 

Turismo de aventura

A diversidade de paisagens do Peru encanta desde as pessoas que viajam em família até os mochileiros que buscam por aventuras. Conheça algumas opções para quem curte entrar em contato com a natureza e não abre mão de desafios.

 

  • Trilha Salkantay

Com aproximadamente 6.270 metros de altura, o monte Salkantay foi considerado pela National Geographic como uma das melhores trilhas do mundo.

 

Durante o percurso é possível observar paisagens, vales e cachoeiras. Trata-se de um dos picos nevados mais deslumbrantes do Peru. Para conhecer de perto a montanha, é preciso fazer uma caminhada de 5 dias e 4 noites.

 

  • Trilha da montanha 7 cores

Conhecida também como Montanha Arco-íris, é considerada a quinta montanha mais alta do Peru, com uma altitude de 5.200m de altitude acima do nível do mar. Entretanto, o que desperta a atenção dos visitantes não é a sua altura e sim suas cores, semelhantes a um arco-íris.

 

  • Trilha Inca

Com duração de cinco dias, é uma ótima oportunidade para chegar à cidade histórica de Machu Picchu saindo de Cusco. É importante destacar que a Trilha Inca é uma atração muito concorrida entre os viajantes e, por isso, a reserva deve ser feita com bastante antecedência em alguma agência de turismo,

 

 

A histórica Cultura Inca

 

O Império Inca se estabeleceu em território peruano entre os anos de 1200 e 1533, até a conquista da cidade de Cusco pelos espanhóis. Dentre suas incontáveis contribuições para o mundo, o que se destaca até os dias de hoje é a arquitetura, como podemos observar em Machu Picchu, “a cidade perdida dos incas”.

Visitar o Peru é uma ótima oportunidade para descobrir um pouco da história de um povo que contava com conhecimentos avançados em diversas áreas do conhecimento humano. Os povos Quechua, que vivem nas montanhas peruanas, são os descendentes diretos dos Incas.

Lá você terá a oportunidade de conhecer esses povos, visitar os monumentos históricos ao redor de Cusco e realizar uma completa imersão cultural nos museus de Lima.

 

Gastronomia

 

O Peru já foi considerado por seis vezes como o melhor destino culinário do mundo, segundo o prestigiado World Travel Awards, o “Oscar do Turismo”. Isso não é à toa. Estamos falando de um país costeiro, montanhoso e que abriga uma grande parte da Floresta Amazônica. Existe uma enorme variedade de sabores e ingredientes, que são fundamentais para as particularidades da gastronomia local.

A diversidade de peixes e frutos do mar, os grãos (diferentes tipos de milho e quinoa), os legumes, as frutas, além das espécies de batatas, são os sabores que mais marcam quem prova as iguarias.

Mundialmente conhecido, o ceviche é um dos mais tradicionais pratos peruanos. Uma ótima pedida em qualquer lugar do país, principalmente se for acompanhado da tradicional cerveja Cusqueña.

 

Qual moeda levar para o Peru?

 

A moeda do Peru é o Novo Sol Peruano, e seu sistema é bem parecido com o real brasileiro, subdividido em centésimos, ou seja, 100 centavos é o equivalente a 1 novo sol peruano.

Nos últimos anos, a cotação da moeda do Peru tem ficado bem próxima ao valor do real, o que facilita bastante as conversões na hora de realizar as compras por lá. Você pode sair do Brasil com notas mais altas, como 100 novos soles, e ir trocando por lá em notas mais baixas, conforme for pagando pelos passeios turísticos, restaurantes e hospedagens.

Para que você tenha mais flexibilidade e segurança durante a sua viagem internacional, nós da Confidence Câmbio recomendamos sempre levar mais de uma forma de pagamento além da moeda em espécie, como por exemplo, um cartão pré-pago internacional.

 

Se você já estiver no exterior veja o que fazer se acabar seu dinheiro no meio da viagem.  

 

A moeda em espécie você pode usar para pequenas compras no Peru, como lembrancinhas em lojas de rua ou gorjetas em cafés. Já o cartão pré-pago internacional você pode utilizar para o pagamento das hospedagens e também para a compra dos bilhetes de trens e ônibus em direção a Machu Picchu, onde os valores não são cobrados na moeda local, mas sim em dólares americanos.

Além disso, o cartão pré-pago internacional é muito mais seguro, já que é protegido por senha. Você também pode consultar seus gastos e saldo na Loja Online e Aplicativo Confidence Câmbio, e pode realizar novas recargas sempre que precisar.

Se precisar de ajuda, escreva aqui nos comentários a sua dúvida que nós vamos te auxiliar.

 

#moedaestrangeira #peru #viageminternacional férias moedadoperu viagem
As mais lidas

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios

Categorias

Conecte-se a nós

Tags