Ainda é cedo para decretar o fim do dinheiro em papel

1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5.00/5 - 4 avaliações)
carregandoLoading...
Futuro do papel moeda

3 min de leitura

Por: Confidence Câmbio • 3 Jun

É certo que o coronavírus fez com que diminuíssemos o nosso contato físico, seja com outras pessoas, superfícies ou até mesmo com o dinheiro. Como medida de segurança, é comum optarmos pelo pagamento digital, fazendo com que esse modelo cresça e se desenvolva mais rapidamente. Porém, segundo especialistas, ainda é cedo para decretar o fim do papel moeda.

Em países emergentes como a Índia e a China, onde a imensa maioria da população não tem conta bancária, é normal comprarem comida de vendedores ambulantes, receberem benefícios do governo e realizarem transferências de forma digital, sem nem colocar a mão na carteira para contar as cédulas em si. Nesses lugares, o smartphone já passou a ser ao mesmo tempo a agência bancária, a conta corrente e o cartão do cidadão. 

Dinheiro em papel x Pagamentos digitais

A substituição do papel moeda e até mesmo dos cartões por meios digitais de pagamento já vem acontecendo em diversos países, como na Suécia, onde recentemente foi divulgado um projeto piloto para a criação da e-krona, Coroa Sueca totalmente digital. E essa transformação ainda deve ser acelerada por conta da pandemia do coronavírus, de acordo com as autoridades e empresas do setor financeiro.

Alguns especialistas acreditam que quando a rotina voltar a um novo normal, as formas de pagamento por aproximação terão um crescimento explosivo, inclusive nas lojas físicas, que foram fortemente afetadas pelas medidas de isolamento. Além disso, muitos evitarão o manuseio de dinheiro em papel, cartões, caixas eletrônicos e terminais de ponto de venda, já que oferecem grandes chances de contágio.

O dinheiro vivo ainda é o principal meio de pagamento usado no mundo – globalmente, quase nove em cada dez transações são feitas em dinheiro – e isso não deve mudar tão cedo. No entanto o papel moeda custa caro, e em alguns países a matéria-prima custa mais do que a própria moeda, sem falar nos custos de transporte, segurança e armazenamento. Isso sem contar os inúmeros roubos a caixas automáticos e agências bancárias.

Em 2016, o governo indiano tentou combater a corrupção e evasão fiscal substituindo as notas de forma inesperada, e apesar da proposta não ter alcançado seu objetivo, interferiu no uso da infraestrutura tecnológica e promoveu os pagamentos e transferências digitais. Colocando em cheque o uso do dinheiro em papel.

De acordo com informações, os indianos fizeram mais de 1 bilhão de transações eletrônicas por mês no início do ano. Esse volume chegou a cair depois das imposições de restrições de circulação, mas a queda do uso de cartões tradicionais foi ainda maior, abrindo espaço para a interface universal de pagamentos em relação aos meios tradicionais.

A experiência indiana traz importantes provocações ao mercado financeiro, já que amplia a competição no setor e aumenta a entrada de startups e poderosos da tecnologia em um território ainda dominado por bancos, operadoras de cartão de crédito e adquirentes.

Costume da população

De qualquer forma, o uso da tecnologia está relacionado ao hábito das populações nos diferentes países. Nos Estados Unidos, por exemplo, há uma grande quantidade de usuários de smartphone com tecnologia de pagamento por aproximação. Porém, mesmo assim os dados do ano passado mostraram que seu uso foi mínimo, do total de 3,7 trilhões de dólares movimentados no varejo, menos de 100 bilhões correspondem ao uso desse tipo de tecnologia.

É importante lembrar que China, Índia e Estados Unidos – três dos quatro países mencionados neste texto – são os países com maior número de usuários de smartphone no mundo, segundo informações do Cuponation.

E então, está planejando sua próxima viagem para quando tudo estiver em um novo normal? Fique ligado na cotação do dólar hoje!

Fonte: Revista Exame

Compartilhe esse post.

Fique por dentro

Preencha seus dados e receba as novidades da Confidence Câmbio

[lots_of_checkboxes]

Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

Está pensando em fazer um intercâmbio internacional?

Confira depoimentos de quem já foi e baixe o nosso e-book com dicas de planejamento financeiro e checklist de documentos para te ajudar a se organizar.

Aplicativo Confidence Câmbio

Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
Disponível nas lojas App Store e Google Play Store

Aplicativo Confidence Câmbio

Pelo App você você recebe notificações quando o dólar, euro, libra, pesos e outras moedas estrangeiras estiverem em queda para aproveitar as melhores cotações. Além disso, com ele você pode comprar sua moeda estrangeira em espécie, recarregar seu cartão pré-pago internacional e fazer transferências internacionais.
| MAPA DO SITE | confidence cambio © - todos os direitos reservados - CNPJ: 04.913.129/0001-41 - CONFIDENCE CORRETORA DE CAMBIO S/A - Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 105, 5º andar, Edifício Berrini One CEP: 04571-010 • São Paulo • SP • Brasil